Esgotamento sanitário: a chave para o desenvolvimento econômico e preservação ambiental

Muito se fala sobre esgotamento sanitário e as preocupações com as causas ambientais. Ele visa preservar ou modificar as condições do meio ambiente, garantindo um crescimento econômico com sustentabilidade para determinada região. O principal objetivo é atuar sobre a prevenção de doenças, preservar o meio ambiente, melhorar a qualidade de vida da população e facilitar a atividade econômica. 

De acordo com a presidente da Águas de Bombinhas, Reginalva Mureb, o sistema de esgotamento sanitário também contribui para melhorias na educação, na expansão do turismo, na valorização dos imóveis, na renda do trabalhador e na preservação dos recursos hídricos.

“Resumindo, pode ser entendido como o estudo do comportamento da sociedade quanto à produção e descarte de resíduos que causam algum tipo de agressão à saúde do ser humano. Este estudo deve ser realizado utilizando ferramentas e elementos que proporcionem qualidade de vida e que minimizem os riscos à população”, completa.

O novo sistema de esgotamento de Bombinhas já está em fase de implantação. Até o final deste ano a previsão é de que mais de 16 mil metros de tubulações sejam instaladas. O investimento total no município, considerando a nova Estação de Tratamento de Esgoto, redes e elevatórias, deve girar em torno dos R$180 milhões.

Para saber outras informações sobre a Águas de Bombinhas acesse as redes sociais da empresa pelo: www.facebook.com.br/aguasbombinhas e Instagram: @aguasbombinhas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.